Posts Recentes

A vida é movimento e mistério

Fui desafiada por minha amiga Flávia a falar sobre mudanças, porque ela acabou de se mudar de casa e eu também. Bem, esse é um tema sobre o qual posso falar com propriedade já que em 10 anos eu mudei de relacionamento 3 vezes, de casa 6 vezes com esta última mudança e de estado uma vez. Talvez eu tenha herdado um certo espírito nômade de meu pai. 

Serenidade como estratégia de sobrevivência

Há um ano, algumas pessoas incautas pensaram que a pandemia iria durar no máximo uns três meses. Passado seis, pensou-se que em doze meses tudo estaria resolvido. Até que a ficha caiu que isso não aconteceria tão cedo, mas pensamos que ao menos já estaria controlada e que poderíamos voltar a algum  contato humano e aos nossos postos de trabalho presencial. 

Que a transmissão do amor seja mais frequente do que a do vírus

Após um ano de quarentena, parece que estamos no filme “O Feitiço do Tempo”, vivendo o “dia da marmota”, repetindo o março de 2020, com a diferença de mais de 10 milhões de caso e quase 300 mil mortes por Covid-19 no Brasil, além da esperança cansada pela vacina.